(31) 3769-1919

Ex- aluno da FDCL preside a ENM

Publicado em 20 de janeiro de 2020

O desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e ex-aluno da Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete, Caetano Levi Lopes, é o novo diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM), instituição responsável por orientar a atuação das demais Escolas da Magistratura no País.
O magistrado assumiu o cargo no último mês de dezembro e promete exercer uma gestão participativa, com a colaboração dos colegas de todo o país.
Segundo o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Nelson Missias de Morais, será de fundamental importância para a magistratura brasileira, uma pessoa com o perfil do desembargador Caetano Levi à frente da diretoria da ENM.
“A presença do desembargador Caetano Levi na Escola Nacional é em razão do seu brilhantismo como professor e doutrinador respeitado no país inteiro”, ressalta.
Para o novo dirigente da instituição, comandar a ENM será um desafio na sua carreira. “É uma grande responsabilidade dirigir uma escola do porte da Escola Nacional da Magistratura, responsável pela formação permanente de mais de 14 mil juízes, de todas as áreas”, diz o magistrado.
Caetano Levi explica que a EMN abrange não só a Justiça Federal, mas, também as Justiças Estadual, Militar, do Trabalho e Eleitoral.
De acordo com o desembargador, assumir a direção da Escola é um estímulo enorme para buscar aprender cada vez mais. “Apesar dos meus 40 anos de magistratura e quase 50 de sala de aula, os tempos são outros, principalmente em termos de tecnologia”, argumentou.
Para enfrentar um trabalho tão inovador e abrangente, o desembargador acredita que a nova diretoria contará com o apoio de magistrados dos diversos estados. “Temos excelentes colegas dispostos a colaborar. Pretendo fazer uma administração sempre de mãos dadas, com um trabalho participativo”, diz.
Propiciar meios para que juízes das diversas áreas possam ter cada vez mais acesso a cursos, inclusive no exterior, será, de acordo com desembargador Caetano Levi, uma das metas de sua gestão.
O magistrado anunciou ainda que pretende criar condições para a implementação de cursos de pós-graduação profissionalizantes, regulamentados recentemente pelo Ministério da Educação.

Fonte >> https://www.tjmg.jus.br/

Compartilhar

Acesso Acadêmico